Autor: Matthew Quick
Editora: Intrínseca
Páginas: 256
Onde Comprar: Submarino | Saraiva | Amazon
Classificação:


Pat é um homem que estava internado em uma clínica psiquiatra, ele ficou lá por bastante tempo e não se lembra o motivo de ter ido parar lá. Quando sai da clínica, volta a morar com os pais para que sua mãe lhe ajude com o tratamento, pois ele está passando um "tempo separado" de sua esposa, Nikki. Ele pretende, com esse tempo, pensar no lado bom da vida e se tornar uma pessoa melhor para fazer uma surpresa a Nikki, assim, ele passa a ler os livros que ela ensina na escola em que trabalha, tenta ser mais gentil e tenta emagrecer.

Durante um jantar na casa de um amigo, Pat conhece Tiffany (irmã da mulher de seu amigo) que ficou viúva de seu marido Tommy, mas ninguém diz a Pat como ele morreu. Tiffany passa a perseguir Pat em suas corridas, até que finalmente Pat segue o conselho de sua mãe e psiquiatra e convida Tiffany para sair e o relacionamento deles muda de certa forma.

O livro é muito bom e tem um final super fofo. Gostei muito de todos os mistérios criados durante a leitura: Por que Pat ficou internado em uma clínica? Por que ele está passando um tempo longe de sua esposa? O que aconteceu com Tommy? E o mais legal é que todas  essas perguntas tem uma resposta que não esperávamos. A única coisa que me atrapalhou um pouco foi que durante a história, Pat vai a vários jogos de futebol americano, além da narrativa do esporte ser um pouco arrastada, eles soltam várias vezes o grito de torcida do time que torcem e isso se torna um pouco repetitivo e eu tive vontade até de pular essas partes, mas ainda bem que não pulei, porque em alguns momentos aconteceram coisas super importantes para o desenvolvimento da história e de Pat. É um livro muito bom, não me arrependo de ter lido, mas não chega a ser sensacional, não é uma leitura que irei guardar para vida por mais que o livro tenha vários ensinamentos. Mas indico o livro por ser divertido, fofo e surpreendente em algumas partes.


Deixe um comentário