Olá pessoal !!!

         Hoje teremos a nossa primeira entrevista com a autora Lais Brancalhão. Falaremos a respeito da sua obra " Das Últimas Horas de Novembro", que tivemos o prazer de ler e em breve traremos a resenha (Clique para ler a resenha). Mas por enquanto fiquem com a entrevista, muito especial.  Espero que gostem !!! 


              
  


             image    O que te inspirou a escrever essa história?

         Eu estava trabalhando em outro livro quando a ideia apareceu. Eu fiquei meio reticente de início, porque muitas daquelas situações do livro foram inspiradas em coisas que eu vivi. Ai começa um processo meio cansativo de tornar algumas situações algo romanceado e inspirado em algo e não apenas um relato.
Mas a inspiração mesmo veio de coisas que vivi, que amigos, conhecidos e ate mesmo desconhecidos viveram.

              image      Queremos saber como foi o processo de escrita ?

         O processo de escrita é um negócio muito maluco. Por mais que você tenha uma história roteirizada na cabeça, o processo toma seus próprios caminhos conforme a história acontece. Em “Das Últimas Horas de Novembro”, por exemplo, eu tinha muito claro na minha cabeça como a história ia acontecer e até já tinha um final meio rascunhado já, mas chega um ponto que os personagens tomam vida própria e você não tem mais controle. Ai a gente vai adaptando coisas e vendo o que fica melhor aqui ou ali. E no meu caso, o rumo do enredo mudou completamente. Na bem da verdade, são os personagens que mandam em tudo.
         E nesse meio tempo tem muita pesquisa. Significados de nomes, quais ações funcionam ali ou não. Muita observação para montar a personalidade de um personagem e muitas – mas muitas mesmo – noites olhando pro papel em branco pensando em absolutamente nada.

        image  A sua História se passa em Nova Alvorada e em Bela Vista. Por que escolheu essas cidades?


        Eu precisava dessa transição entre duas cidades para dar movimento aos personagens. Tinha a opção de usar nomes de cidades já conhecidas, mas achei melhor não fazer isso. Queria deixar os personagens circularem livremente por qualquer terreno e uma cidade conhecida poderia limitar isso.  Como sou péssima em escolher nomes para essas coisas pedi a ajuda de uns amigos ai eles foram dando os nomes e escolhi esses.

           image  Acho Antônio um personagem muito bem escrito, pois ele, ao iniciar a leitura, já me fez ter vários sentimentos. Uma hora odiava e na outra amava. Como foi  para você escrever esse personagem em especifico? Teve alguma dificuldade em encontrar os elementos certos para criá-lo?

     O Antônio é fascinante. Apesar de não ser exatamente o protagonista, é ele quem molda todo o enredo. Tudo vem dele, com ele e para ele. Liz é quem é por conta do que vive com ele.
         No começo eu tive dificuldade sim. O livro apresentava apenas o ponto de vista dela, o que o deixava sempre parecendo um completo idiota, mas depois que resolvi colocar o ponto de vista dele, consegui apresentar-lo de uma forma mais justa. Como alguém que, assim como ela, sofre e tem diversos problemas a serem superados. Acho que isso facilitou um pouco as coisas.

       image A história fala muito sobre amor, por que abordar esse tema na história?

        Todo mundo precisa de amor, independente de onde ele venha e como seja. Mas a história não fala apenas de amor, mas sim de doação. Muita gente confunde amor com romance, mas não é assim... Apesar de a história apresentar aos leitores um romance, não podemos misturar as duas coisas. Os personagens mostram isso o tempo todo. Eles se doam um ao outro de diversas formas, passam por cima de muitas coisas apenas pelo bem do outro, isso é amor. É disso que precisamos, fazer pelo outro sem pensar no retorno.

     image A história relata temas um pouco fortes, como o uso de drogas. Teve algum medo/receio em relação a apresentação dos personagens?

        Um pouco. Mas não é algo gratuito, apenas para chocar ou ser sensacionalista, aquilo faz parte da construção do personagem, então meio que desencanei. Mas sempre fica aquele pensamento de medo. Talvez de alguém deixar isso sobressair a personalidade do personagem ou algo do tipo.

     image Sei  que o autor ao escrever um livro tem muito carinho pelos personagens que escreve. Mas, vamos tentar inverter os papéis: como leitora qual o personagem que mais gosta e o que menos gosta? Por quê?

         O que mais gosto? Vou colocar aqui dois, ok? A Liz e o Antônio. Eles se completam de alguma forma. Ela é a calma e o centro que ele nunca teve e ela encontra nele toda a adrenalina que faltava na vida dela. Não dá pra pensar em um sem pensar no outro.
Já o que menos gosto... Talvez o Guto. Ele tem um ar de superioridade que me irrita nas pessoas de um modo geral. Faz coisas ruins, tem noção da gravidade do que fez, mas ainda assim age como se nada tivesse acontecido.

         image Qual a cena que mais gostou de escrever?

      Posso citar três? A primeira é a cena em que ele aparece na casa dela no dia da tempestade, quando estão deitados no pufe e não trocam uma única palavra.
Essa cena foi a primeira que escrevi do livro todo. Foi ali que a história nasceu e foi o que me pensar “como eu vou passar ao leitor essa comunicação que não precisa de palavras?”.
A segunda é a cena em que ele quebra o vidro da mesa com um soco. Passar ao leitor a imensidão de coisas que se passava pela cabeça dos personagens naquela cena foi incrível. Havia muitos sentimentos e muitas coisas envolvidas ali.
E a terceira, e talvez uma das mais bonitas, foi cena em que eles estão na estrada ao som de uma música do Lenine. Há um contraponto muito interessante ali... A música que pede calma em sua letra com a velocidade do carro e aqueles sentimentos todos que explodem das formas mais diversas... Foi uma delicia passar aquilo pro papel.

     image Laís, nos diga em poucas linhas o que essa história significa para você.

O fechamento de um ciclo.

     imageimageQual a melhor coisa em ser escritora?

Escritora? Que isso... Autora. É poder fugir da realidade de uma forma minimamente coerente.


         E essa foi a  nossa entrevista a respeito da  obra. E se estão curiosos para saber a nossa opinião fiquem ligados que sábado 10/09/2016, terá resenha do livro.
     Se já quer adquirir esse livro e conhecer essa história, ele está disponível no site da Amazon        ( Clique aqui ).
         

  Autora Lais Brancalhão


Página no Facebook : Das Últimas Horas de Novembro











20 Comentários

  1. Que ótima entrevista, parabéns meninas e sucesso para a autora *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!! Que ótimo que gostou :). Muito obrigada!!!!

      Beijos !!!

      Excluir
  2. Achei o maximo você trazer uma autora para uma entrevista aqui no blog.
    Acho que inclusive incentiva mais os seus leitores a procurarem pelo livro =)

    Follow Cíntia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cíntia !! Bem - vinda ao blog!!

      Ficamos felizes que tenha gostado da entrevista. Realmente a pessoa passa a conhecer mais o livro o autor e assim querer conhecer sua obra :). Teremos muito mais resenhas e entrevistas aqui no blog e vamos apresentar livros incríveis, é um melhor que o outro. Estou me surpreendendo!!

      Beijos !

      Excluir
  3. Adorei a entrevista. <3 Vou colocar o livro na minha lista.
    Amei a parte das cenas. O livro deve ser muito bom <3
    Com certeza lerei.
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carine!!
      ficamos felizes que tenha gostado! Isso acrescenta sim e assim que ler venha nos contar o que achou, pois nada melhor do que conversar com alguém sobre o livro livro, eu particularmente adoro. Boa leitura !!!

      Beijos

      Excluir
  4. bem legal trazer uma entrevista com uma autora para o blog, o livro deve ser otimo! Sucesso linda.

    https://geovannaolimpio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Geovanna!!1 Bem - vinda ao blog :)
      Que bom que gostou !!! Eu gostei muito da leitura desse livro me surpreendi :). Tem resenha do livro no blog se quiser dar uma olhada https://pequenosinfinitosz.blogspot.com.br/2016/09/resenha-das-ultimas-horas-de-novembro.html?showComment=1474906652021#c4207334799182458504 .

      Obrigada !!!

      Beijos!!

      Excluir
  5. PArabéns, por ter conseguido esta entrevista com a autora. Eu nunca tinha ouvido falar nela, mas acredito que os outros leitores, vão ficar tão curiosos quanto eu sobre a obra depois desta entrevista ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alana ! Bem - vinda ao blog !
      Obrigada !!! Que bom que ficou curiosa para ler o livro é legal quando realizamos um post no blog e os leitores mencionam que ficaram curiosos e com vontade de ler. Então, quando tiver a oportunidade de ler, lembra da gente e volte aqui para nos contar o que achou, pois será muito bom relembrar essa leitura.

      Beijos !!

      Excluir
  6. Eu não conhecia o trabalho dela ainda, mas tenho certeza que quem a conhece ficou muito feliz com a entrevista e parabéns pela mesma pois está ótima e a autora parece ser muito simpática!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Yasmin ! Bem - vinda ao blog!

      Muito obrigada!!

      A autora é simpática sim. Foi ótimo fazer essa entrevista com a autora é conhecer um pouco da visão dela sobre o seu livro, porque passamos a entender uma pouco mais da obra.

      Beijos

      Excluir
  7. Adorei a entrevista! Fiquei curiosa para saber mais sobre o livro, vou procurar a resenha <3 <3 e também fiquei com muita vontade de me tornar uma escritora e poder dar uma ~brincada de deus~, escolher a vida de cada um, como vão ser, o que vão falar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá !! Bem - vinda ao blog !!

      Ficamos felizes que tenha gostado, Obrigada! Espero que tenha gostado da resenha e que tenha ficado com vontade de ler o livro. Se ficou com vontade e for ler quando terminar nos conte o que achou, pois quero muito saber a sua opinião.
      Depois que montamos o blog e passei a ter contato com os autores, confesso que surgiu essa vontade de escrever um livro, mas ainda tenho que amadurecer essa ideia rsrsrsr, acho que ainda não é o momento. Tenta sim a escrever, quem sabe você não pode começar com um conto que não tem tantas páginas e assim se animar e escreve um livro, mas depois quero saber se começou mesmo a escrever hein?.

      Beijos !!

      Excluir
  8. Adorei a entrevista! Nunca tinha ouvido falar da Autora e quero muito conhecer o livro, os pontos abordados (Que você apresentou na entrevista) me chamaram muito a atenção, ADOREI!

    Beijos, lindo blog meninas!
    http://chocowhovian.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Graziella! Bem - vinda ao blog!

      Ficamos felizes que tenha gostado!! Conheça sim! Eu gostei bastante da leitura me surpreendi. Assim que terminar a leitura nos conte o que achou hein? Estou curiosa para saber sua opinião:)

      Obrigada !!

      Beijos !!

      Excluir
  9. Que demais! Adorei a entrevista, não a conhecia ainda, e nem o livro, mas estou morrendo de vontade de ler, e conhecer mais sobre ela! Já vou sair pesquisando hahaha. Adorei o post, um beijo <3

    www.mundodefany.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá !! Bem vinda ao blog !!

      Muito Obrigada !!!

      É muito, muito bom ler comentários assim e ver que seu post conquistou um leitor. É tão gratificante !!! Quando tiver a oportunidade de ler, nos conte depois o que achou do livro? Quero muito saber!

      Beijos !!

      Excluir
  10. Adorei a entrevista. Não conhecia ela e nem o livro. Fiquei curiosa.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá !! Bem vinda ao blog :)

      Que bom que gostou a gente fica super feliz !!! Nós recomendamos esse livro. Se tiver a oportunidade leia e depois nos diz o que achou :)

      Beijos !!

      Excluir