A Garota No Trem     
Autora: Paula Hawkins
Editora: Record
Número de páginas: 378
Classificação: 
Onde comprar: Saraiva | Amazon | Fnac

      Olá pessoal!

      Hoje trouxe a resenha desse livro que estava super curiosa para ler! 

     Em "A Garota no Trem" conhecemos Rachel, que vive uma situação muito ruim. Ela se divorciou devido a uma traição, seu ex-marido mora em sua antiga casa com a amante que acabou de ter uma filha dele, e mais: ela é alcoólatra. A vida de Rachel é bem parada, ela está desempregada, mas para disfarçar isso, ela mente para sua colega de quarto e todos os dias pega o trem no mesmo horário em que iria trabalhar e também sempre volta no mesmo horário. Tudo o que sempre sonhou em ter parece que nunca vai acontecer, por isso ela se tortura com as lembranças e bebe muito devido a tudo o que passou com seu ex-marido. As vezes, quando bêbada, liga de madrugada para a casa de seu ex-marido Tom e aparece na casa deles fazendo escândalo, tentando chamar a atenção dele.

       Sua casa antiga está na rota que o trem faz, para evitar olhar para lá e ver a nova família de Tom, ela acaba olhando para uma casa próxima e começa a imaginar como seria a vida do casal que mora ali. Com o passar do tempo, Rachel cria afeto por aquele casal, os chama de Jess e Jason, imagina diálogos e até mesmo a profissão que eles devem ter. Até que um dia, Rachel vê do trem uma imagem que não imaginava que poderia acontecer naquela casa e horas depois, aquela garota, que neste momento descobre se chamar Megan e não Jess, está desaparecida e Rachel acredita que o que ela viu pode contribuir nas investigações para encontrá-la. Porém devido ao seu estado emocional e alcoolismo, ninguém dá muito crédito a ela e ela acaba se envolvendo nesta história mais do que deveria. 

      No início do livro não estava gostando tanto da leitura, a leitura começou a fluir mais a partir do momento em que Rachel descobre sobre o desaparecimento de Megan. Rachel não é uma personagem muito agradável. Devido aos seus problemas, tentamos criar uma empatia com ela, mas isso não funciona. Mas acredito que isso foi proposital da autora, pois isso nos mostra o quanto as pessoas com esse tipo de vício são vistas e desacreditadas. O livro é narrado sob três perspectivas: a da protagonista Rachel; a da atual esposa de Tom, Anna; e a mulher que Rachel observa: Megan. As três tem características bem diferentes uma da outra e é muito interessante a forma com que as histórias se interligam. image

      Eu esperava um final um pouco melhor, mas acredito que o livro cumpriu tudo o que foi proposto. O alcoolismo foi muito bem abordado, alguns capítulos em que Rachel acorda de ressaca sem se lembrar do que aconteceu na noite passada são confusos exatamente como a mente de uma pessoa naquela situação deve ser. O que aproxima muito o livro da realidade e deixa tudo mais fiel, tornando a própria Rachel uma suspeita do desaparecimento de Megan. Dei apenas 3 estrelas para esse livro devido ao final, porque acho que o livro deveria ter seguido por outro rumo que seria muito mais interessante e marcante. Mas o livro trata bastante sobre ilusões, aparências, confiança e decepção.  image

Dia de chuva gif





Deixe um comentário